Voltar para Todos os Eventos

MESA 13 - SUJEITO E OBJETO: REPRESENTAÇÃO E REPRESENTATIVIDADE NA LITERATURA BRASILEIRA

  • Auditório do Centro Educacional Integrado Rua Coronel Sebastião Marcondes da Silva, 1 Santo Antônio do Pinhal - SP (mapa)

Marcelo Ariel
Paulo Scott
Ana Maria Gonçalves

Mediação: Rodrigo Casarin

Uma das questões mais sensíveis dos nossos tempos diz respeito à representatividade. Quantos debates na internet não terminam ou nem sequer começam em função da já clássica frase (mas) “fulano não me representa”? 
O conceito político de representatividade surgiu em meio à contracultura dos anos 1960, que emergiu nos Estados Unidos e depois ganhou o mundo. Foi a partir daí que o feminismo e o movimento LGBT, por exemplo, ganharam força. 
As palavras que usamos para nomear as coisas dizem muito a respeito de como as percebemos. Assim, a ideia de direitos “das minorias”, no contexto brasileiro, evidencia uma perspectiva de homem branco, de origem europeia e heterossexual, quando não machista. 
A visão do mundo de uma sociedade é construída nas trincheiras da educação e da arte. É por isso que a discussão específica sobre literatura pode ser rica para o debate político mais amplo. Não basta debater a representatividade: é preciso discutir a representação. Afinal, a forma com que as “minorias” são representadas nos livros (e nas exposições de arte, nos filmes, na televisão, na publicidade etc) é determinante para a construção dessa visão de mundo. 
Convidamos três escritores negros, com trajetórias e poéticas muito distintas, para refletir sobre as relações entre representação e representatividade no âmbito da literatura e seu impacto no imaginário do brasileiro.

Evento Anterior: 16 de setembro
ANTES E DEPOIS DOS PRÊMIOS LITERÁRIOS