Voltar para Todos os Eventos

MESA 10 - PASSADO PRESENTE: A CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA NA ESCRITA FICCIONAL

  • Auditório do Centro Educacional Integrado Rua Coronel Sebastião Marcondes da Silva, 1 Santo Antônio do Pinhal - SP (mapa)

João Silvério Trevisan
Marcelo Mirisola

Mediação: Jane Ciambelli

Se viver é a aventura de persistir como vida, a literatura é uma luta pela permanência da memória, uma luta contra o esquecimento, o momento eterno concentrado como linguagem. Permanência e duração é o que interessa a um texto. É o sentido próprio da arte: transformar matéria invisível (o que ela transporta) em algo visível, sensação, vida e ato. Encontro e desencontro, deslumbramento e desencanto. 
Um texto pode nos devolver o tempo, e assim amarmos um momento para sempre. Mas o tempo também pode ser ruína: um para sempre ou um ainda. Nunca nos separamos do tempo. Nele transbordamos de uma história a outras histórias, de pessoa a pessoa, em junções e rupturas. E é um dever cósmico do escritor interrogar ou desvendar o que nos leva aos encontros e desencontros. 
Se no domínio das “coisas sujeitas a variações”, a busca da felicidade dita a rotina de um discurso moral, como nos legou a filosofia de Pirro de Élis (360 a.C–270 a.C.), nada é honroso ou vergonhoso, nada é justo ou injusto. 
Em vez de distância, a escrita nos lega a memória. É uma ferramenta infinita, que pode medir um tempo ou cravar na nossa existência desespero, morte, esperança e vida. Passado presente é uma pista para discutir qual o motor nos impele a investigar – ou reinventar – o tempo. Ou mesmo especular se não é a memória a própria realidade.

Evento Anterior: 15 de setembro
MESA 09 - LITERATURA E CINEMA: DIÁLOGOS NARRATIVOS
Evento Posterior: 15 de setembro
BARRIL DE HISTÓRIAS